quarta-feira, 26 de agosto de 2009

A vontade de partir... para outro lugar







Teclando palavras sobre viagens

Um pouco mais de 48 horas em casa e a vontade de partir já tilintava, qual lembrete das novas tecnologias.
Há que lhe fazer a vontade, porque as férias estão quase a expirar e nunca se sabe…
Casa às costas e em tom de despedida da época balnear, lá fomos nós dar uma espreitadela e um mergulho na praia mais aquecida de Portugal continental: São Torpes.
Desta vez estreámo-nos durante uma bela noite de sossego mesmo frente à praia, ao lado de outras AC. Estávamos decididos a ficar ali muito tempo, ainda zangados com a antipática hospitalidade da freguesia de Porto Côvo/ município de Sines do ano anterior.
Mas tal era impossível de concretizar, são sempre necessários víveres (aqui os padeiros ainda não levam o pão itinerante à boca dos autocaravanistas) e a casa às costas precisa de cuidados indispensáveis.
Apesar de pouco hospitaleira, a vila (e as falésias) de Porto Côvo continuam a albergar AC com fartura. O parque de terra antes da Praia Grande voltou a receber carros e AC, já que a vedação de arame foi cortada por alguma mão menos paciente; o parque da Praia Grande está definitivamente interdito a Ac, pois para além das barras em altura, foi semeado de barreiras assim dentadas:

Encher e despejar continua a ser tarefa clandestina e difícil. Arranjar água é assim como uma actividade ilícita, com os olhares críticos dos moradores (ou já será mania de perseguição?).
Enfim… para solucionar isto já todos sabem que bastariam 2 ou 3 medidas fáceis e económicas. Resta saber se estão interessados nelas?!...
Até lá continuo a respirar a maresia, a interrompida viagem às Astúrias continuará em breve…

2 comentários:

João disse...

Bom dia,
Como autocaravanista, residente e natural no Concelho de Sines, lamento que as entidades competentes ainda não encarem o autocaravanismo como uma prática de turismo a ser acarinhada neste Concelho. Que tem tantas maravilhas maritimas para usufruirmos. Tenho esperança que essa mentalidade mude, pois tenho conhecimento do aumento da existência de autocaravanistas em Sines.
Esclareço que Porto Côvo não è vila mas sim aldeia, nesta localidade parece existir uma má imagem dos autocaravanistas, algumas fundamentadas, outras empolgadas por algumas pessoas com outros interesses...
Sou contra a interdição do estacionamento em terra batida junto à praia Grande (aquele que tem umas barras em ferro colocadas pela Junta de Freguesia de Porto Côvo para impedir o acesso), também sou contra a utilização do espaço a Norte da praia Grande (zona vedada que è referida no post)por parte dos autocaravanista, pois este local è propriedade privada.
Enfim situações que poderão ser melhoradas com um pouco de bom senso de ambas as partes.
No Concelho de Sines, neste momento existem dois locais que poderão "desenrascar" na questão dos despejos e abastecimento de àguas.
WC público na Avª Vasco da Gama em Sines - aberto 24 horas: localização GPS : 37º57´15.84´´N - 8º52´01.87´´O e WC público no Largo 5 de Outubro em Sines - aberto das 9 às 19 horas: localização GPS : 37º57´21.56´´N - 8º51´51.51´´O.
Boas Festas

Paula Vidigal disse...

Obrigada, João, pelas dicas e reparos.
Este artigo já é um bocadinho velhinho, creio que há mais de um ano que não vou a Porto Côvo, pelos vistos a situação continua igual...