sábado, 29 de agosto de 2009

O paradisíaco mar Cantábrico



-->

Entra-se no reino das Astúrias vindos de León e, depois de um túnel algo compridinho, respira-se a sensação que este é outro reino. Chamam-lhe o “paraíso natural” e assim parece ser. A neblina envolve-nos, uma atmosfera límpida e pura, uma brisa verde e suave… será que estou no céu?
Às vezes chove, é certo, mas uma coisa é constante: a temperatura amena e surpreendente do mar, contrariando as informações contidas em qualquer infopédia ou os mitos do norte que possam soprar.
Em asturias-reino-da-criacao-dos-sonhos registámos esse momento, desta vez foi difícil escolher entre os dois lados paradisíacos do reino das Astúrias: o verde natural ou o azul-marinho.
Por pura sorte, porque uns amigos figueirenses haviam alugado uma casa de campo na zona de Lhames, descobrimos uma praia algo sui generis que, de outra forma, possivelmente, não haveríamos descoberto: playa de Guadamía (até lá, para uma AC, a estrada é demasiado fininha). Pequenita e escondida entre duas montanhas por onde corre a foz do rio do mesmo nome, a água da praia vai escorregando até ao mar, ao qual chegamos, ou andando pela maré baixa do rio, ou nadando ao fim da tarde com água até à cintura.



praia Guadamía com maré vazia




o mar a entrar na praia


-->
A paisagem, cársica, oculta ainda outro fenómeno, os “bufones”, saltos de água que vêm subindo pelo interior das rochas, até serem sopradas por orifícios respiratórios que, no Inverno, chegam a atingir mais de 20 m de altura (algo similar aos géisers). No Verão, sentimos o respirar do mar mesmo ao nosso lado, fazendo-nos caminhar com cuidado, porque mesmo com areia ou pedras ele está a pulsar mesmo ali, soprando debaixo de nós. Para sentir todo este pulsar existe um percurso pedonal de alguns kms que bem se pode apreciar durante minutos ou horas.



bufones debaixo dos pés



cuidado com os bufones!!!



-->
Mas, para além de encher a visão e o ouvido, o mar Cantábrico também serve para se sentir. Eis algumas praias absolutamente divinais:
playa do Toró, em Lhanes. Aí, pequenas rochas em forma de cones, fazem lembrar construções de areia infantis e desarrumadas. O mar pode apresentar umas ondas saborosas para saltar e gritar “Onda, onda” (os espanhóis gostam muito deste efeito sonoro…).




"construções" na Playa Toró


-->E, já que se está na praia, sugere-se estacionar no Parque da mesma, ocupando um só lugar (a multa, mui célere, é de 60 €), e passear até ao centro da vila. Simpática, com comércio para desfrutar e um belíssimo Paseo de kms no topo do monte.




cais em Lhanes



Lhanes

-->
Para o apreciar nada como uma boa cadeira e a possibilidade de, olhando para o lado esquerdo, estremecer com o verde natural; olhando para o direito, vibrar com o azul-marinho.




Passeio marítimo Lhanes





Passeio marítimo Lhanes


-->
No regresso, parar numa das animadas esplanadas, convivendo com espanhóis, sidra e percebes, é um petisco a não perder.

-->
Outra praia, quando a mim a número 1 do top, é Arenal de Moris (asturias-reino-da-criacao-dos-sonhos). A franja da alcatifa verde a cair sobre a areia dourada é uma das imagens que eternamente permanece. E, claro, as pequenas piscinas de água tépida. Para se chegar lá só seguindo as setas, porque Moris gosta de se esconder depois das montanhas alcatifadas.
Arenal de Moris é ainda um território algo virgem. Ao lado apenas um camping e vivendas de residentes. No parque antes da praia estacionam, acampam discretamente e pernoitam tendas, AC, carrinhas; ao lado do bar, hippies em Van vendem bijutaria de arame e cabedal. Os Surfistas, esses, gostam muito deste “arenal” soberbo.


Arenal de Moris, o paraíso


-->
A poucos quilómetros, com um ar mais cosmopolita, a ver-se da estrada, encontra-se a praia Espasa, com um “aldeamento” de AC do lado esquerdo do rio.
Os surfistas também a escolhem como lar de férias, com as suas ondinhas deslizantes.
Deixando o lado Oeste das Astúrias, outras praias igualmente sedutoras, apelam aos sentidos. A conselho de um companheiro autocaravanista basco, experimentámos Rodiles.




Foz em Rodiles


-->
Infelizmente, por essa data, o tempo não nos sorriu e passeámos de gabardina ao longo da praia e da ria natural, imaginando o quão maravilhosa seria se fosse Verão…
Felizmente, o Inverno durou pouco e, ao longo de algumas abertas, fomos pisando, ao sabor aleatório do mapa, outras praias deliciosas:
Santa Maria del Mar, pequena mas aconchegante e, mais espaçosa, Tapia.



Santa Maria del Mar




Tapia


-->
Aqui, por obra do destino, lá fomos reencontrar o nosso companheiro basco que nos aconselhou ainda Peñarronda (fica para outra vez…).
Em Tapia há duas praias, escolhemos a da esquerda, onde desagua um pequeno rio, para que pudéssemos mergulhar em ambas as águas, já que pela tarde estava maré cheia.
Ainda demos um salto à praia de Arnao, não para fazer praia, mas para recordarmos um espaço de pernoita no alto de um monte, onde o vento sibilava de noite (asturias-reino-da-criacao-dos-sonhos). Mas, às vezes, a História não se repete. Agora o espaço está transformado numa zona de pic-nic e pareceu-nos fantasma durante a noite.
Seja como for, o azul-marinho das Astúrias é tão cativante como o verde natural.




Arnao



-->
Locais onde pernoitámos:
. ao lado da casa vermelha alugada, Lhames, praia de Guadamía. Água da casa e w.c.
. parque de estacionamento misto playa de Toró, Lhanes (W.C. público, duches). A 500 m do centro. Sossegado. Cuidado com as multas!
. Playa Espasa ( N 43º 28’ 27,4’’ W 005º 13’ 07,8’’), na 1ª linha da praia, por entre um caminho de terra batida. Café, zona pic-nic, w.c público e duches. Longe do lugarejo mais próximo. Sossegado, selvagem, muitas AC e surfistas em Van)
. playa Rodiles ( N 43º 31’ 55,7 ‘’ W 005º 22’ 29,8’’), sítio isolado, café, w.c e duches. Parque de campismo a 1Km. Sossegado.
. Santa Maria del Mar, parque misto ao lado do café (N 43º 34’ 29,0’’ W 005º 59’ 57,6’’). (No camping há sítio para despejos – 4 € pelos serviços).
.Tapia (N 43º 33’ 58,9 ‘’ W 006º 56’ 46,5’). Parque misto ao lado de zona residencial, praia com w.c. ao fundo. Supermercado na povoação, a 100 m. Sossegado.
Sítios onde estacionámos (mas onde se pode pernoitar):
. parque da praia Arenal de Moris ( N 43º 28’ 27,4’’ W 005º 10’ 45,0’’), café, duches, parque de campismo a 100 m).
. parque Playa de Arnao (zona de pic-nic, água)
. Ribadesella (na estrada, ao lado da Cueva de Tito ou no porto)













3 comentários:

João Morgado disse...

Olá Paula!
Boas informações para quem quiser ir até esses lugares maravilhosos.

Vagamundos disse...

Olá. De facto, e como já bem mencionou o João, um post repleto de informações uteis para quem projectar uma viagem às Asturias.
Bjs

Paula Vidigal disse...

Obrigada pelas vossas simpáticas palavras. Brevemente surgirão mais informações sobre o reino fantástico das Astúrias.