segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

As luzes em Évora



E por que não um saltinho – para quem é cá deste cantinho à beira mar plantado – até Évora?

As luzes também brilham, as cores também cintilam, os motivos são também natalícios.

A muralha que circunda o centro histórico e as portas que se abrem antevendo o colorido das luzes, estão engalanadas à moda mourisca.

No Rossio, por engano ou lapso ou má vontade de quem na cidade “manda”, um sino gigante que não toca mas dá nas vistas.

por baixo do sino...




E como a data (apesar de mais comercial que tradicional) se destina a celebrar o Menino, nada como um refrescar pícaro através dos tradicionais “Bonecos de Santo Aleixo”, em cena de 15 a 20 de Dezembro, a celebrarem “O Auto do Nascimento do Menino Jesus”.



(foto "emprestada" pelo CENDREV)




4 comentários:

Vagamundos disse...

Evora sabe-se engalanar muito melhor do que Copenhaga. Esperavamos mais luz na cidade da sereia.
Beijinhos

Teresa disse...

Se calhar, vale a pena ir a Évora sentir as iluminações de Natal. Lisboa este ano está fraquinha.
Bjs

josé manuel chorão disse...

Paula: não conhecia o teu blog.
Gostei. Dos textos, das fotos, do ambiente que por aqui vai.
A crónica da viagem por Londres, achei muito boa. E outras, também.
Vou voltar. Muitas vezes.
Bom trabalho, vai ter dezassete (desculpa, é o hábito...eh eh)

Paula Vidigal disse...

POis é Vagabundos, mas se calhar aí preocupam-se mais com o ambiente e aqui gastam energia a mais.


Teresa, Évora é sempre um bom motivo, com ou sem luzes, para se dar cá um salto.

Ainda bem que gostaste, Chorão. E ainda bem que foste a "londres" porque acho que estava lá algo mal, mas já corrigi. Experimenta ir lá outra vez para ver se a crónica estava igual.