sábado, 6 de fevereiro de 2010

Relógios


O tiquetaquear do tempo é um dos verbos onomatopaicos mais expressivos da nossa língua. Assim como o aprecio, aprecio também os ponteiros, o redondo ou oval da forma - não do tempo - mas do objecto que o encerra e o dá a conhecer ao homem.
E, no entanto, vivo na angústia de não conseguir gozá-lo em pleno, saboreando cada carpe diem grego. Ao invés, saem-me da boca vulgares expressões como: “não tenho tempo”, “as e vinte e quatro horas não me chegam”, tomara que o tempo passe”, dependente das circunstâncias e até do tempo.
“Parar o tempo”, aqui e agora, é outra expressão que, felizmente, soa bem em momentos nos quais imagens como estas são captadas e ficam paradas no tempo a registar… bem, a passagem do tempo.
"É tempo de " ...

Badajoz, Espanha


"Há quem brinque com o tempo"...

Basel (Basileia), Suiça



"Ao mesmo tempo" admira as cores...


Basel, Suiça


"dar tempo ao tempo" é certamente um bom remédio


Concarneau, França



A "tempo inteiro"


Copenhaga, Dinamarca




"com tempo"

Floresta Negra, Alemanha


"sem tempo"?


Genéve, Suiça



Em part-time? (há expressões que soam melhor em inglês)...

Gouda, Holanda



Com "tempo extra" ainda seria melhor.


Gouda,Holanda


Há quem corra atrás do "tempo perdido",

L
isboa (parlamento), Portugal



Quem "mate o tempo".



Léon, Espanha


O tempo voa


Luxemburgo



O tempo parado


Mértola



"Ó tempo, volta para trás"

Odense, Dinamarca



Cheguei a tempo!


Oviedo, Espanha


"Ao mesmo tempo"

Roterdão


"Time after time"

Riquewir, França


"O tempo não perdoa"

Strasbourg, França


O fim dos tempos

Strasbourg, França


Em boa hora! A barriga dá horas!!!


Tavira, Portugal



"Acabou o tempo"

Vannes, França

7 comentários:

Teresa disse...

Paula
Depois das janelas e das portas, uma colecção fantástica de relógios.
Parabéns pelo bom gosto destas postagens.
Bjs

António Durães disse...

Porra! Não têm mais nada que fazer, quando andam em viagem, que foografar azulejos, janelas, portas, e agora relógios? Um dia destes vamos ver o quê? Bigodes? Panças proeminentes? Outras proemiências? Badalos? Valha-me Deus! O que era mesmo giro, era se todos os relógios estivessem a mostra a mesma hora. Isso é que era qualquer coisa. Já pensaram nisso? Ao meio-dia de todos os dias, tratavam de estar em frente a um relógio e trusca. Isso é que era um projecto para a vida.
Outra coisa bonita: pratos de comida. Pelo menos duas vezes por dia, tinham motivos fotográficos. E era uma coisa estimulante.
É certo que os relógios são bonitos. E as janelas. E as portas ou os azulejos.

Paula Vidigal disse...

Pois, é muito fácil falar, mas queria ver se tu tinhas esta ideia. è como aqueles que dizem, quando vêem um quadro de Picasso ou Miró, "isso também eu fazia, grande coisa!"
Mas olha que essa dos pratos de comida não é má ideia e se te puser a receita ainda agradeces.


P.S. Afinal já sabes o que é sopa de feijão com mogango?

(este comentário é obviamente para responder ao 2º comentário).

Quanto à Teresa, agradeço o elogio, porque tem obviamente um melhor gosto do que o outro senhor:)

Antonio e Ellen disse...

Paula,
Adoro relogios e é claro adorei os seus parados no tempo a me esperar, para espreita-los.
Li nos comentarios, sobre pratos de comida...e lembrei das obras do Vick Muniz fez com pratos de comida... vi uma exposiçao aqui em SP, MUITO LINDA.

bjs

Antonio disse...

oh catano, o comentário que inadvertidamente fiz, na convicção de que não passaria na fina malha censória da repórter dos relógios, não era - obviamente - para publicar. Ainda vão pensar que sou um trauliteiro incapaz de apreciar as sensibilidades demonstradas. O que é verdade, mas ão deve ser dito. Arre!
Quanto à sopa de mogango, que é uma maneira de se dizer morango embora trocando o érre pelo guê: não fui na sexta-feiga que ega quando ela estava anunciada no caguedápio. Mas não há-de estágue esquecida. Voltaguei a ela, ou à sua possibilidade, um dia destes, se Deus quiségue.

Loo disse...

Muito criativo o seu post sobre os relógios, adorei!
Bjos, Loo

aa disse...

Excelente colecção de relógios...!
Infelizmente só conheço um destes relógio... o do Luxemburgo...