quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Portas (de A a Z)


As portas, afinal o que são?
Pontos de passagem, barreiras?
Pontos de passagem entre o cá e o lá, barreiras fechadas possíveis de abrir do cá para o lá.
Prefiro pensar que são pontos, ou melhor, pontes de passagem. Do outro lado, mistérios se abrem, folheiam-se páginas de livros, de álbuns, de memórias…
São as páginas das vidas dos outros, às vezes alheias, às vezes tão como as nossas…
Ao longo destes anos, olhando através da lente, sempre tive a ideia de ter captado muitas portas. Ilusão. Poucas portas afinal registei, por mais que tenha tentado sempre preferi as janelas… vá-se lá saber por que inconsciente impulso…


Bate-se ou tilinta-se à porta e... quem sabe?

(Andreus , Portugal)




Alguém sorria, porque acabou de passear na "Feira da Ladra".



Brighton, Inglaterra


Ou venha alguém zangado, pouco hospitaleiro...



Chinon, França



Ou não, porque as flores simpaticamente dão sorte a quem dela precisa...



Dinan, França




O passado também espreita, algum sultão ou princesa apaixonados, perdidos...


Granada, Espanha


Um cheiro antigo a maresia... a esposa aguardando o marinheiro.

Marken, Holanda



Nas portas há sempre um número, ou um número e meio...


Porto Covo, Portugal


Ou matronas esquecidas preparando toiletes de procissão...



Ronda, Espanha



Nalgum 53...


Strasbourg, França


Ou encondido em caves de mistérios...

Veere, Holanda



Com ar maroto de criança a brincar nas ondas do circo.


Veere, na Zeeland, Holanda

6 comentários:

Barcelona Expedition disse...

as portas sim sim, gosto muito, pensei até em mudar de religiao só para passar debaixo das grande portas mulsumanas..., e as que aqui vi, busquei entre elas esperando encontrar uma pequena, muito pequena, que vi um dia no Bairro Alto de Lisboa, sabes qual é?

Adeu,
Felipe

Paula Vidigal disse...

Olá Barcelona

Como já disse algures, Lisboa não é propriamente o meu reino, às vezes até acho que conheço melhor outras cidades europeias do que a capital do meu país. Há pouco tempo é que comecei a explorá-la, antes não era a minha paixão. Por isso não, não sei que porta é essa. Vou tentar descobrir e explorar melhor essa zona numa próxima oportunidade.

Bye

Paula

Antonio e Ellen disse...

Lindas portas, mas ficamos com vontade de ver mais...
abs
Ellen

Vagamundos disse...

Primeiro as janelas, agora as portas. Estamos a gostar desta rubrica :)
Bjs

Anónimo disse...

Olá! Aquela fotografia com algumas flores e as tão lindas andorinhas pintadas na porta esá maravilhosa!
E a do M. a segurar a aldraba também está muito gira!

Ciau
Matilde

Paula Vidigal disse...

Ellen

prometo que irei à procura de mais portas, até lá mudarei de tema para breve.

Vagabundos:
pois não pensem que a seguir vou entrar nas casa das pessoas (não que às vezes não gostasse...). Está já na calha uma outra rubrica, porque à falta de poder viajar mais, viajo sobre o que já viajei.


Matilde!!!
Que bom ler as tuas "tão lindas" palavras sobre as minhas fotos. Aquela porta fica numa terrinha holandesa que adorei e ficará para sempre aqui (no coração) gravada, até acho que voltarei lá outra vez quando puder.
O M. é muito fotogénico, mas é claro que a porta e a aldraba também contam. vem visitar-me mais vezes e escreve frases lindas como estas.

Bjs


Paula