terça-feira, 21 de abril de 2015

Áreas de serviço e outros poisos para autocaravanas… no Algarve





Uma área de serviço para autocaravanas , como o nome indica, tem como objetivo servir as necessidades básicas de uma autocaravana, ou seja, despejos de águas sujas e sanita química e abastecimento de águas limpas. Somente isto. O que implica um ponto de água para abastecimento e outro para despejos. (Outros serviços são dispensáveis, quem tem uma autocaravana é conhecedor da sua autonomia: energia solar,  w.c. , cozinha, camas, … )
Aliada a estas funções e porque é grande a controvérsia sobre pernoita de autocaravanas na via pública (e ainda porque se torna seguro para autocaravanistas) , uma área de serviço pode constituir regra geral um ponto de paragem e de pernoita. Em França e na Alemanha abundam, aqui, em Portugal, começaram a nascer e agora já são algumas.  A luta continua com pequenas associações que tentam elevar o conceito no nosso país, convencendo autarquias desta mais-valia; mas, por outro lado, erguem-se as barreiras dos parques de campismo que torcem o nariz ao novo fenómeno.

Alguns particulares, no entanto, estão de olhos bem abertos a esta fonte de receita no âmbito turístico. Refiro-me a “Algarve Motorhome parque”, com duas áreas de serviço em solo algarvio: praia da Falésia (Lat: 37.090358, Long: -8,160443 | 37º05'25 "N, 8º09'37" W )  e Silves.



área de limpezas


Com a nova casinha , a nossa Beni, estávamos em maré de estreias, por isso fomos estrear ( apesar do parque já não ser estreante) o primeiro deles. Uma belíssima e extensa área, com parcelas individuais de 60 m2, água e luz em pequenos pontos “privados”, e ainda a possibilidade de duche de água fria ou quente (máquina, 0,50 cêntimos) e internet ( cada vez mais condição essencial!). Ah! E máquina de lavar roupa e secar! (muito importante para quem aqui mora desde o natal…) . Tudo isto com sombra , debaixo de uns simpáticos pinheiros e com a praia a 500 metros , com direito a acesso quase privado pela mata de pinheiros. Na realidade, trata-se de uma espécie de parque de campismo, com as condições básicas e essenciais para este tipo de viajantes e pela simpática quantia de 8 € dia. 


duches de água quente

de água fria



 atalho praia

lavandaria e receção


A procura é grande (pelo menos foi-o na semana da Páscoa), ao que parece alguns autocaravanistas fazem dele o seu segundo lar (constou-me que alguns já ali estavam desde o natal). Obviamente que estes residentes não são portugueses, trata-se de uma massa forte de gente de outras nacionalidades, mormente alemães e franceses jubilados , que elegem este reino de sol como sua pátria. Uma vez que este tipo de turismo, itinerante por excelência, não devia ser compatível com estadias tão prolongadas, atrevo-me a dizer que estas áreas se tornaram em novos parques de campismo para autocaravanas imóveis, o que se comprova pela quantidade de carros e motas ( e até carros alugados) que estes autocaravanistas trazem colados à casa. Para isso, haveria solução, muitos áreas preconizam uma estadia máxima de 48 horas, mas , por outro lado, também é sabido que se não forem eles a estar 6 meses ou mais em Portugal, não serão os portugueses a fazê-lo. 


                                                                         gente que faz sala....

Em menor escala, isto é, com menos condições e menos beleza, surgem outras áreas menos elaboradas: a de Portimão, por exemplo, onde por 2,50 diários se pernoita (e estaciona igualmente durante meses) no alcatrão ou em terra batida, com um sistema de despejos mais artesanal e o abastecimento de água por 2 € os 10 litros, numa largo espaço, bem situado, mas sem tanta privacidade e segurança. A visão na Páscoa era esta:


Mesmo ali ao lado, em Ferragudo, se se quiser poupar dinheiro, outras tantas lá “habitavam” sem custos. E Ferragudo merece,sem dúvida um dos locais mais bonitos de Portugal.




Ferragudo



                                                             No outro lado, Portimão.


Mais pequeno e familiar, o parque de autocaravanas da Galé ( perto de Albufeira), um conceito mais familiar de área de serviço, na quinta dos próprios proprietários, inclusivamente com uma esplanada caseira e um tanque-piscina bem agradável.




Saindo fora da zona de Albufeira (também agora com um ponto para AC no Lidl), outros “poisos” sem custos se encontram. Gostamos sempre de dar um salto à simpática praia da Marinha. Ali, local aconselhado por um alemão autocaravanista já há uns anos atrás, descansa-se, está-se e pernoita-se.


Para lançar a polémica que os portugueses tanto adoram: alguns até abrem os toldos e poem cá fora as mesas. A GNR passou e nada disse, mentira, passou e nada disse quando ainda não havia mesas, o que só aconteceu à noite com uma “excursão” de espanhóis. Atrativo especial desta zona: o percurso pedestre dos Sete Vales Suspensos , alguns quilómetros por entre plantas autóctones variadas e deitando o olho e os ouvidos pelos inúmeros algares. Dali até à quase inacessível ( por AC) praia de Benagil, uma autêntica praia de pescadores , é um “passinho”.


Ao longo do trilho...


 Benagil, lá embaixo




É isto o novo Algarve: ou poisos ou áreas de serviço… para todos os gostos.

12 comentários:

Tiago disse...

O Algarve tem sido alvo de uma enchente de caravanistas que muitas vezes não respeitam a regras e leis. Talvez se houvesse mais informação desta esse problema poderia ser menos acentuado.

Paula Vidigal disse...

Só uma correção: apesar de não ser purista da língua, caravanistas e autocaravanistas não é bem o mesmo , assim como as realidades de cada um.
Em todo o caso , acho que há muita informação, basta escrever num motor de busca " áreas de serviço para autocaravanas" que aparecem uns quantos sites e creio que a maioria dos autocaravanistas consulta a net. Quando não , há tantos encontros e conversas que deveriam saber. Acho que não é por falta de informação.

Ruca disse...

Então será mesmo por falta de civismo !? Tb viajo na minha velhinha, apesar, na ultima vez que estive no Algarve, estive alojado no Hotel Quinta do Lago . Não encontrei ninguém a infringir regras, mas a PSP tb faz um "esforço" extra para manter a ordem onde há mto turismo.

João Reis disse...

Em relação ao algarvemotorhomepark, gostava de saber quanto tempo demora, a pé, a fazer o caminho para a praia. O local parece-me muito agradável!

Paula Vidigal disse...

Olá João Reis,

na ida ( e porque se tem de descer a escadaria para a praia) menos de 10 min, no regresso depende do tempo a subir... mas as escadas são fáceis de subir, n se assuste.)





João Reis disse...

Olá Paulo.
Obrigado pela informação!
Já agora, diz que na Páscoa, estava bastante completo o parque.
Será que no verão convém reservar? Se é que isso é possível!
A internet chega a todos os pontos do parque?
Abraço

Paula Vidigal disse...

Olá, sou a Paula e não o Paulo:)
Parece-me que eles n aceitam reservas, pelo menos comigo nem tal sugeriram, disseram-me para passar no dia seguinte de manhã poderia haver alguma vaga... e houve. Não sei se no verão , em vez de estrangeiros, não haverá enchente de portugueses, talvez não porque esses não gostam de pagar tanto...

Quanto à net, eu apanhei do sitio onde estava, por sinal n muito longe da receção.
Boa sorte!

João Reis disse...

Olá Paula.
Novamente, mais uma questão:
Lembro-me de já ter andado por Ferragudo à procura de um local onde pudesse parar a AC, mas dos estacionamentos que encontrei eram sempre proibidos a AC. Isto, mais perto do mar, e mais longe do canal.
O outro local que encontrei, para os lados do mar, era apenas e só o parque de campismo.
Agora, na foto que publicou,
http://3.bp.blogspot.com/-ggxuQOVMCBw/VTZP_Hv1G6I/AAAAAAAAHYM/-zmFlg6JPC8/s1600/ferragud.jpg
Aparece um pouquino de areia junto da água.
Dá para fazer praia nesse local?
Cumprimentos
Joao

Paula Vidigal disse...

OLá , João,

Esse pedacinho de água ainda é rio, nunca lá vi ninguém a tomar banho, só de sol. POr ali vão passando barcos, n deve ser o local menos poluído.
É um sítio bom para estar, para quem , como eu, dispensa a praia; mas melhor ainda fora do verão. Para banhos vale mais ficar na ASA de POrtimão, a praia é logo ali perto.
Bons mergulhos!

Alexandra disse...

Conheço alguns bons locais no Algarve onde ainda é possível estar á beira mar tranquilo, sem ninguém num raio de 2km. O problema é a maioria das vezes os transportes simplesmente não conseguirem passar, pois ou os caminhos estão em muito mau estado ou simplesmente já não existe estrada, apenas vegetação.
Entre a zona de Tavira e Monte-gordo existem alguns excelentes locais, que com alguma paciência e consultando o Google maps, se consegue lá chegar.
Cumprimentos a todos. Algarve holidays

Paula Vidigal disse...

Ali em Santa Lúzia há uns recantinhos simpáticos, mas n tem praia. É claro q há o comboio ou barco para a praia. :)

Rita disse...

Algarve.... Não moro mto longe de Santa Luzia e conhecendo pessoalmente, aconselho a qualquer um que queira passar umas fantásticas horas na praia. Também recomendo irem bem cedinho, pois é uma praia muito, mas muito concorrida, talvez mesmo não sendo a mais indicada para quem gosta de sossego e poucas pessoas. Em pleno Verão, praia sem gente é muito complicado no Algarve.
Cumprimentos a todos. Farmácia Faro