sexta-feira, 14 de maio de 2010

Dia 9 - Na pasmaceira


Metade da tribo alentejana dirigiu-se a Rabat; a outra metade, menos citadina e à procura das últimas pérolas, optou por rústicos caminhos e lugarejos em menor escala.
Um vislumbre rápido por Moulay Bousselham, certamente um bom poiso para os amantes de lagosta e de relax frente às águas paradas da sedutora lagoa.
Sem grandes indicações de roteiros , decidimo-nos por Larache, talvez fosse o toque que nos faltava para terminar em cheio.
Talvez...

porque afinal Larache revelou-se pouco atractiva, com uma medina pobre e suja e casas à espera da hora da reconstrução.
Lá em baixo , o mar espreitava.
Perante a desilusão, decidimos imitar os autocaravanistas da Área de descanso: sopas e descanso, aproveitando o a relva, os sobreiros, o silêncio, os sanitários e os duches e... tudo grátis! Não admira que tantas AC ali estivessem com ar de estadia permanente.







1 comentário:

Viagem Afora disse...

Belissimas fotos !!
Bjs e ótima viagem !!